Alimentação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Chinchilas são herbívoros e possuem um sistema digestivo sensível.

 

  Por serem animais originários de clima desértico são adaptados a uma alimentação com menor teor de umidade.

A dieta ideal para as chinchilas consiste em:

20 gramas de ração peletizada específica para chinchilas 2 vezes ao dia.

Feno sempre disponível no alojamento.

Alfafa em rama diariamente para filhotes, gestantes e fêmeas amamentando

 

Alfafa 2 a 3 vezes por semana para chinchilas a partir de um ano de idade.

 

Petiscos em pequenas quantidades 2 a 3 vezes por semana.

 

Água limpa e fresca a vontade.

 

 Ração

 

 Sempre ofereça rações peletizadas ( com grãos em forma de bastões) próprias para chinchilas.

 

 Não utilize rações que contenham grãos como sementes de girassol, amendoim ou milho e nem rações indicadas para outros roedores.

 

 Apenas 30 a 40 gramas de ração divididas em 2 porções diárias são suficientes para uma chinchila. A ingestão de ração em excesso, além de engordar, pode causar problemas intestinais e odontológicos.

 

 Remova diariamente a ração que não for consumida.

 

 Uma chinchila adulta irá consumir em média 1 quilo de ração por mês.

 

 Quando precisar trocar a marca de ração, substitua gradativamente misturando pequenas quantidades da arca nova a já utilizada e vá aumentado a quantidade até fazer a troca totalmente. Isso evita o risco de diarréias.

 

Feno

 

 

 

 O feno de capim deve ser oferecido diariamente. Ele tem grande importância na alimentação das chinchilas por ser uma excelente fonte de fibras.

 

 A mastigação do feno auxilia no desgaste dos dentes e sua ingestão estimula o bom funcionamento intestinal e a eliminação de pelos acumulados no estomago e intestinos. Pode-se oferecer o feno puro ou com ervas, flores ou folhas comestíveis.

 

 

 

Alfafa

 

 

 É rica e cálcio e proteínas e por isso é essencial na alimentação de filhotes, gestantes e fêmeas amamentando e por isso deve ser oferecida diariamente para eles. Já para chinchilas a partir de 1 ano deve ser oferecida apenas 2 a 3 vezes por semana devido a grande quantidade de cálcio.

 

 Para algumas chinchilas o melhor é não oferecer ração ao mesmo tempo que oferecer a alfafa. Dessa forma se evita o desperdício da ração porque elas costumam preferir a alfafa deixando a ração no pote.

 

 A alfafa pode ser encontrada em rama ou em cubos.

 

 O valor nutricional é o mesmo. A unica diferença é o formato. 

 

 O único cuidado é evitar que a alfafa em cubos seja molhada pra que não forme fungos. 

 

 Ofereça sempre alfafa fresca e de boa qualidade.

 

 

 

Petiscos

 Utilizados apenas como um agrado ou até para treinamento como no caso de atrair a chinchila solta para voltar para a gaiola.

Pode–se oferecer frutas secas como maça, ameixa e uva passa, biscoito de proteína de soja, alguns tipos de flores e ervas desidratadas. Mas sempre em pequenas quantidades e com pouca freqüência.

Ervas e flores permitidas: camomila, alecrim, erva-doce, erva-cidreira, manjericão, hortelã, salsinha(abortivo), hibisco, dente de leão e amor perfeito. 

 

 

 Água

 A água deve estar sempre limpa, fresca e disponível. Ofereça água filtrada ou mineral em bebedouros específicos para chinchilas fixados na parte externa da gaiola para evitar que sejam roídos e vazem.

 As chinchilas bebem pouca água em comparação com outros roedores.

Dra. Anna Carolina G. Neves 
Médica Veterinária
   CRMV 13614
 É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DOS ARTIGOS E IMAGENS PRESENTES NESSE SITE  SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO AUTOR.